Saúde

A Saúde é, por si só, um dos três elementos fundamental para os cidadãos na sua totalidade.

A Saúde é Gratuita para todos os Cidadãos.

Podemos facilmente verificar que uma Comunidade em que os seus elementos estejam doentes, terá sérios problemas no seu desenvolvimento.

Numa Comunidade existe um Hospital que funciona 24h/dia. Os doentes chegam lá através de ambulâncias que têm um Médico, duas Enfermeiras e um Condutor. O Médico especifica qual será o mal do doente mediante os aparelhos que dispõe na ambulância. As Enfermeiras têm como ocupação identificar o doente, transmitir para o Hospital da Comunidade tudo o que o médico determinar e, naturalmente, fazer o seu trabalho de enfermagem. O Hospital dispõe de valências base. São elas: Confirmação do que o Médico da ambulância especificou, Tratamento imediato ou Encaminhamento imediato para o Hospital Central mais próximo.

Todos os Hospitais de Comunidade e Hospitais Centrais estão ligados com a máxima velocidade que a Fibra Ótica permitir, ou outro que a venha a substituir, uns aos outros.

Não existe qualquer tipo de entrave entre as várias equipas dos Hospitais, em especial entre as equipas que estão na Pesquisa e Desenvolvimento nos Hospitais Centrais uma vez que pode haver sempre uma ideia de outra equipa que está a centenas de quilómetros de distância para a resolução de uma determinada questão.

A Organização das equipas segue as regras da Organização descrita na Base.

Quando, a partir de agora, se ler “publicamente” isto quer dizer a nível de todos os Cidadãos pertencentes à estrutura que neste caso é os Hospitais. Todos os Cidadãos têm a obrigação de manter silêncio sobre as conclusões, mesmo quando mudam para outra estrutura (Mecânica, por ex.).

A progressão em vencimentos deve ser sempre atendendo a, pelo menos, dois critérios: Capacidade de resolução eficaz de tarefas e Tempo que está nessa posição.

Há mais critérios, para este e para outros assuntos, que serão determinados em reuniões produtivas que realizem todos os meses. A sua duração nunca pode exceder mais do que 2h00m. O ideal é 1h30m. O horário é às 8h00m do dia 1 de cada mês.

Para o critério vigorar é necessária a aprovação de, pelo menos, 75% dos presentes. Não há lugar a repetições de reuniões porque determinada(s) pessoa(s) faltou(aram). Não são permitidas trocas de membros para que um possa participar e outro não. Cumpre-se o que está estipulado no horário oficial.

A ordem de trabalhos é notificada publicamente e, como consequência, aos futuros membros da reunião até cinco dias antes.

Os resultados são publicados imediatamente para que todos os membros das equipas tenham conhecimento.

Além destas reuniões existem as que são realizadas a nível de equipas, com mais frequência, com a duração máxima de 30m. Também os resultados destas reuniões são publicados imediatamente e publicamente após a sua conclusão.

Existe uma forma a nível financeiro (uma percentagem do Imposto Único) e entre a Comunidades para que quando haja um surto de uma doença em uma ou mais Comunidades será(ão) ajudada(s).

… (Continua)

© 2020 In.Form@Group

Made by Jorge Verde

Scroll to Top